24 de agosto de 2011

Curriculum Vitae _ Agência de Desenvolvimento Gardunha 21


Histórico do processo de constituição
O Município do Fundão abraçou o desafio de constituir uma Agenda 21 Local, com o objectivo de promover o desenvolvimento sustentável de uma parte do seu território: a serra da Gardunha. Esta Serra é encarada como um território estratégico que necessita de uma gestão integrada capaz de compatibilizar as diferentes acções e actores a operar neste território.

Ao longo do seu processo de implementação, a Agenda Gardunha 21, tem sido regida por uma forte componente de participação pública, pois considera-se que a sustentabilidade da Gardunha tem de ser construída com o contributo de todos.

Todos os trabalhos, investigações e estudos realizados foram divulgados ao público, através de acções como a exposição realizada em Julho de 2006 no átrio da Biblioteca Municipal Eugénio de Andrade.

A proximidade aos problemas (ambientais, sociais, económicos) facilita e propicia uma tomada de decisão e uma actuação mais próxima dos cidadãos na resolução dos problemas, na tentativa de lhes proporcionar uma melhor qualidade de vida, protegendo ao mesmo tempo todo o ecossistema. Norteados por este princípio realizou-se, a 7 de Julho de 2006, o 1º Fórum Gardunha 21 que funcionou como o lançamento público da Agenda Gardunha21. Foi neste espaço aberto a todos que se apresentou o projecto à comunidade e se solicitou a participação de todos para em conjunto debater e reflectir sobre o desenvolvimento sustentável da Gardunha.

Através dos fóruns de proximidade pretendeu-se estimular a colaboração e a participação de uma fatia tão grande quanto possível da população, auscultando os cidadãos, identificando e compreendendo os problemas sociais, culturais e ambientais de cada comunidade. Assim realizou-se um ciclo de 12 fóruns de proximidade que contou com total de 326 participantes, sendo que 45% representavam entidades colectivas e os restantes 55% referem-se a participação da sociedade civil não organizada. A média de participantes nos fóruns foi de 28 pessoas.
Procedeu-se ainda à análise dos participantes em função do seu género e concluiu-se que a presença masculina foi mais expressiva representando 59% do total, face aos 41% relativos à participação feminina.

Em cada fórum solicitou-se que os participantes para elencar exemplos (situações) positivas e negativas das dinâmicas e das actividades existentes (ou inexistentes) no território. Foram registados um total de 387 contributos, sendo que a maioria (68%) se refere a situações menos positivas e os restantes 32% a situações boas.

Assim, na sequência da implementação de um processo de Agenda 21 Local fundou-se a Agência de Desenvolvimento Gardunha 21, composta por 20 sócios fundadores:


2 Municípios
Câmara Municipal de Fundão
Câmara Municipal de Castelo Branco
12 Juntas de Freguesia
Junta de Freguesia de Alcongosta
Junta de Freguesia de Aldeia de Joanes
Junta de Freguesia de Aldeia Nova do Cabo
Junta de Freguesia de Donas
Junta de Freguesia de Enxames
Junta de Freguesia de Louriçal do Campo
Junta de Freguesia de Orca
Junta de Freguesia de S. Vicente da Beira
Junta de Freguesia de Souto da Casa
Junta de Freguesia de Vale de Prazeres
Junta de Freguesia do Alcaide
Junta de Freguesia do Castelejo
1 ADL
Associação de Desenvolvimento Local – Terras da Gardunha
1 ONGA
Adesgar - Associação de Defesa e Desenvolvimento da Serra da Gardunha
1 Estabelecimento de ensino
Escola Secundária do Fundão
3 Associações
Caminheiros da Gardunha
Appizêzere - Associação de Protecção e Produção Integrada do Zêzere
Gardunha - Associação de Freguesias


A Agência de Desenvolvimento Gardunha 21, constituída a 29 de Janeiro de 2007, promulgada no Diário da República nº 55, 2ª Série de 19 de Março de 2007, pág. 7452, é uma entidade colectiva de direito privado sem fins lucrativos, criada para promover o desenvolvimento da Serra da Gardunha, seguindo para isso os seguintes princípios orientadores:
  • Evitar a sobreposição com outros actores e entidades;
  • Maximizar a captação de fundos e de receitas no âmbito da sua actividade;
  • Promover e estabelecer parcerias (nacionais e internacionais) de forma a potenciar sinergicamente o trabalho a desenvolver;
  • Privilegiar acções que tenham visibilidade, motivem os agentes da região, afirmem a Agência e sejam geradores de receitas;
  • Aproveitar as vantagens competitivas da região como conceito estratégico para o desenvolvimento regional.
  • Assegurar a preservação da conservação da natureza e da biodiversidade e a gestão sustentável de espécies e habitats naturais da flora e da fauna selvagens.

A Agência pretende estabelecer uma abordagem baseada em planos de base territorial, através de uma estratégia do tipo "bottom up", centrando o poder de decisão a nível local, desenvolvendo parcerias constituídas por actores públicos e privados locais numa abordagem multisectorial e inovadora.


Actividades desenvolvidas
Em Abril do corrente ano, a Agência apresentou a candidatura “Serra da Gardunha: Programa de Visitação” ao Mais Centro – Programa Operacional Regional do Centro, Eixo 4 – Protecção e Valorização Ambiental – Gestão Activa de Espaços Protegidos e Classificados com diversas acções de valorização do território:
Rotas da Serra da Gardunha em BTT | Segway
Rotas Pedestres da Serra da Gardunha
Centro Interpretativo da Água
EN18 Estrada Verde
Valorização da calçada Romana
Sinalética dos Valores Patrimoniais
Recuperação do Lagarinho
Projecto Educativo e Pedagógico - Floresta da Gardunha
Animação da Gardunha
Recursos Humanos

E o “Plano de Gestão Gardunha 21” ao Mais Centro – Programa Operacional Regional do Centro, Eixo 4 – Protecção e Valorização Ambiental – Acções de Valorização e Qualificação Ambiental:
Agenda Gardunha 21
Exposição Permanente
Página Internet
Criação de Portal para Internet
Colocação on-line do Portal
Encontros do Vento
Desdobráveis - Biodiversidade e Boas Práticas Ambientais
Voluntariado Jovem
Reflorestação e Requalificação de Núcleos de Vegetação Autóctone
Campo Experimental da Cereja
Herbário virtual
Limpeza das Ribeiras de Alpreade e da Gardunha (Recuperação de Açudes) e do Ribeiro da Galé
Plano de Ordenamento de Paisagem da Serra da Gardunha
Centro Interpretativo da Biodiversidade da Serra da Gardunha

Sem comentários:

Publicar um comentário